O cliente nem sempre tem razão (Por: Juliana Amaro)


Dizem que o cliente sempre tem razão. Que todos me perdoem, mas não estou de acordo. Afirmo isso vendo os dois lados da moeda, o da empresa e o de consumidora.

Gostaria de falar especificamente das compras realizadas na internet, tanto de contratação de serviços como de produtos.

Volta e meia escuto algum amigo reclamar da compra realizada, coisas do tipo: comprei um bilhete de avião através de uma empresa de “low cost” e não fiquei satisfeito, não me avisaram que só podia faturar uma mala ou, aluguei um carro e não me avisaram que em caso de danos tinha que cobrir até “x” do valor, comprei um lava-louças em um site e quando chegou o produto me dei conta que não era da mesma voltagem da minha casa, etc, etc, etc…

Espera aí, para tudo! Alguém leu os termos e condições do serviço ou produto ao clicar “sim, colocar no carrinho de compras”?

Quando compramos algo numa loja, temos a oportunidade de perguntar tudo e mais um pouco ao vendedor da loja. E na hora de comprar por internet, pesquisamos preço, características do serviço/produto e não muito mais que isso.

O que eu quero lembrar é que, todas as páginas webs que vendem algo, são obrigadas a colocar todas as condições e termos de seus contratos e de seus produtos online, a disposição de todos. Se não vemos, é porque as vezes nos dá aquela preguicinha de ler. “- Poxa, é muita coisa pra ler!”, é o que sempre dizemos.

No entanto, isso não é desculpa, há duas maneiras bastante simples de tirar dúvidas nesses casos. Uma é contactar diretamente a empresa e tirar a dúvida, a outra, é entrar no link FAQ (Perguntas Frequentes), que está disponível em quase todos os sites de vendas, e verificar se está na lista a resposta para a sua dúvida.

Resumindo, não adianta só reclamar, temos que fazer nossa parte como bons consumidores e nos orientarmos bem antes de clicar “sim, colocar no carrinho de compras”!

Quem assina

Filha de pai espanhol e mãe brasileira. Viveu a maior parte de sua vida em São Paulo. Graduou-se primeiramente como técnica em Turismo, no entanto resolveu ingressar em Administração de Empresas (fazendo outra graduação), atuando na área, em grandes empresas brasileiras. Atualmente vive em Madri, na Espanha, onde se encontra desde 2007. Em solo espanhol já passou por empresas como Telefónica e Santander. No momento continua trabalhando na área, além de estar concluindo Master em marketing, pela Universidade Rey Juan Carlos. Recentemente resolveu fazer parte da blogosfera, colaborando com artigos sobre marketing, no blog MediAmaro (em espanhol). Juliana também estreiou recentememte no Twitter.

Entenda o motivo de outras pessoas estarem escrevendo por aqui!

Anuncios

One thought on “O cliente nem sempre tem razão (Por: Juliana Amaro)

  1. Concordo… vendo pela net e lido com expectativas… e muitas vezes percebo que as pessoas não lêem… nada… não verificam, não se informam, apesr adas informações estarem por lá, disponíveis…

Los comentarios están cerrados.