Amigos compartilham o que sabem


O objetivo de qualquer blog é obviamente acessos, essencial para qualquer projeto que queira implementar na rede, e claro, é muito bom quando sabemos que somos “ouvidos” por alguém. Você que está lendo isso e faz parte da categoria sabe muito bem do que estou falando.

Alguns, cegos por público, acabam esquecendo que essa ferramenta tão maravilhosa quanto é o blog, é também um canal mágico de relacionamento, e dependendo de quem está por trás dele, pode-se ganhar leitor/leitor, ou leitor/amigo. Defino o primeiro visitante como aquela pessoa que acabou por aqui por uma simples busca, afinidade por certo assunto, alguém que lhe disse que iria procurar algo específico, enfim, o negócio é que pára por aí, ou seja, o “formal” impera. Claro que todo leitor é aceito com fervor, sendo também necessário para o bom funcionamento do processo, mas cá entre nós, quando se percebe que o vínculo entre o autor e o leitor migrou para o grau de amizade aí é que vem o leitor/amigo.

Esse último é aquele que passamos a conviver além dos limites do universo virtual, e falamos olho no olho, sentamos numa mesa qualquer e batemos aquele longo e demorado papo, ou mesmo o viu apenas uma vez e já rolou aquela química onde percebe-se que acabara de conquistar mais uma companhia que leva o título de amigo, mesmo distante fisicamente.

Por chegar nesse nível, acabamos tendo um laço cada vez mais forte, e queremos manter essas pessoas sempre por perto, e foi daí que surgiu a ideia de convida-las para compartilhar do meu espaço, pedindo que as mesmas exponham suas ideias, seus conhecimentos, ou mesmo um papo informal que queiram tornar público. Amanhã estréia o primeiro. Aguardem!

Anuncios