‘The Girl From Ipanema’ com chocolate quente


Foto: Roberto Sena
barraca
Na esquerda da imagem, “Zé Roberto”, o dono da barraca, sorri ao ver sua mercadoria quase toda vendida.

Ao som de ‘The Girl From Ipanema’, na voz de Stan Getz e João Gilberto, lá vou eu em mais um dia, rumo ao trabalho, fazendo o mesmo trajeto, vendo as mesmas pessoas, enfim, rotina no qual luto todo o instante para mudar.

Depois de aproximadamente trinta minutos já estou na Berrini, uma das grandes avenidas do bairro do Brooklin. Por não ter tomado café da manhã o jeito foi tentar comer pela rua mesmo, e foi aí que lembrei da dica de uma pessoa que trabalha comigo, sobre uma barraquinha dessas de rua, onde vende bolos caseiros, cafés, chocolate quente entre outras delícias que só se encontram pelas ruas de sampa.

Já diante de tanta variedade a primeira impressão é de que tudo parece estar limpo, e está mesmo! Antes mesmo de perguntar algo sou surpreendido por um “bom dia” que a muito não se presenciava, daqueles bem verdadeiros sabe.

Por ser praticamente uma alma virgem naquele quadrante vou provando um pedaço de cada bolo, um pão de queijo, um chocolate quente, enfim, quando havia percebido já estava envolvido por aquele papo de como era o movimento por alí. Mesmo conversando comigo o vendedor ficava antenado na parada de ônibus, que existe ali pertinho.

Derepente vejo ele fazendo sinais em direção dos ônibus, cada um um sinal distinto, e confesso que não resisti em perguntar do que se tratava tudo aquilo, aquele “método” de conversação à distância.

Com uma voz calma, e muita paciência, “Zé Roberto”, como é conhecido(por chamar todos que frequentam sua barraca por esse nome), explicava que um sinal tal significava que seria café com leite, outro dois cafés, e por aí vai. Contou ainda que alguns já pedem quatro chocolates quentes, ou seja, pela conta os passageiros dos ônibus também já se trabsformaram em seus fregueses.

Veja no mapa onde o “Zé Roberto” está!

Anuncios

One thought on “‘The Girl From Ipanema’ com chocolate quente

  1. Tenho certeza que essas barraquinhas nas cidades brasileiras não é incomum, por tanto, não é somente em sampa que vc pode desfrutar logo pela manhã desses delíciosos quitutes da dona maria, do seu zé, da dona francisca, em fim…rss

    Aliás, o cafezinho quente e o pão com queijo na chapa da dona da barraquinha que fica situado no centro do Rio em frente ao prédio da petrobrás (é pra não errar mesmo!) é tudo de bom!

Los comentarios están cerrados.