Encontro inesquecível de Adoniran Barbosa e Elis Regina



Adoniran e Sampa, sua eterna moradia.

No ano desse encontro sequer meus pais pensavam em minha existência, o ano era 1978. Na mesa do antigo Bar da Carmel, no bairro do Bexiga, em Sampa encontravam-se nada menos do que Adoniran Barbosa e Elis Regina fazendo uma canja, cantando as canções “Iracema”, “Um samba no Bexiga” e “Saudosa Maloca”(veja vídeo no fim do artigo).

Quem não faz a mínima idéia de quem seja essas duas figuraças da nossa música vamos lá. Primeiro quero falar de Adoniran. Ao escutar sua voz é realmente de arrepiar. Adoniran, ou João Rubinato, nasceu Valinhos, no interior de São Paulo. O cara era multi-uso, pois além de cantor, era compositor, ator e humorista. Mesmo tendo nascido em terras paulistas, seus pais, imigrantes italianos, eram de Cavárzere, província de Veneza.

O grupo Demônios da Garoa interpretou suas composições, que aliás, imortalizam diversos bairros de Sampa, como o Brás (Samba do Arnesto), Jaçanã (Trem das Onze), Bixiga (Um Samba no Bixiga) e a Avenida São João (Iracema). Em 23 de novembro de 1982 Adoniran nos deixou.


Elis. Mais uma imortal de nossa música.

Elis Regina. Outra personalidade de nossa música que até hoje deixa saudades. Sabe aquela história que quando uma pessoa de idade falece, seu parceiro ou parcera vai logo em seguida? Bem, esses dois aqui não eram um casal, mas a coincidência e a proximidade das datas de falecimento dos dois é algo pra se pensar. Elis foi-se em 19 de janeiro de 1982. Saiba um pouco mais sobre esse artista inesquecível clicando aqui.

Elis nasceu em Porto Alegre em 17 de março de 1945, e de aos onze anos de idade já cantava em um programa de rádio da época. Apelidada de Pimentinha pelo poeta-compositor Vinicius de Moraes pelos Machado de Carvalho (donos da TV Record de São Paulo). Enfim, o intuíto desse artigo não é ser um Wikipédia, por isso deixou essa função à cargo do mesmo. Clique aqui e saiba mais sobre Elis.

Anuncios

4 thoughts on “Encontro inesquecível de Adoniran Barbosa e Elis Regina

Los comentarios están cerrados.